Pistola Airsoft GBB Glock R17 Preto - Blowback

R$1.050,00

Pistola Glock R17 GBB possui 330 FPS de desempenho e ótimo custo beneficio. O Blowback vai dar maior realismo em sua missão.

Quantidade
Não há produtos suficientes em estoque

Pistola de Airsoft a Gás GBB Green Gas R17 Preto c/ Blowback

Visando a qualidade, resistência e durabilidade dos produtos, a BRAVANTE traz mais uma novidade para você!

Pistola de Airsoft a Gás GBB Green Gas R17 Black/Tan, é perfeita para atiradores que buscam uma arma com funcionamento a Gás e excelente custo-benefício.

Simulando o recuo de uma pistola de fogo, este é um modelo com Sistema BLOWBACK e slide em metal, tecnologia essa que possibilita à pistola um realismo inigualável.

Com design ergonômico, a R17 garante uma pegada incrível e super confortável.

De calibre 6mm, o seu desempenho é surpreendente, a sua velocidade pode atingir 330 FPS com BB's 0.20g.

Para engatilhar, basta apenas puxar o Slide para trás com cuidado e depois soltá-lo.

Pensando na segurança de cada operador, esta é uma pistola com trava de segurança manual trava de Slide, a qual faz com que o mesmo fique aberto quando as BB's acabam.

Magazine é produzido em Metal e conta com capacidade para até 22BB's e o seu modo de disparo é Semi/ Safe.

Com excelente visada, possui miras fixas, com pontos brancos não ajustáveis.

Além disso, conta com  Hop-Up totalmente ajustável. Para acesso basta apenas acionar as pequenas travas laterais para que o Slide seja removido.

Atenção! se os tiros começarem a perder a potência e o Slide a se movimentar lentamente, pode significar que o gás encontra-se com pouca pressão.
 
recarregamento se dá pela retirada do Magazine e a inserção da ponteira do tubo de Green Gas na válvula do Mag.


LEGISLAÇÃO MILITAR

PORTARIA MINISTÉRIO DA DEFESA – DFPC
DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO DE PRODUTOS CONTROLADOS
PORTARIA Nº 02-COLOG, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2010.

Regulamenta o art. 26 da Lei nº 10.826/03 e o art. 50, IV, do Decreto nº 5.123/04 sobre réplicas e simulacros de arma de fogo e armas de pressão, e dá outras providências.

Parágrafo único. Enquadram-se na definição de armas de pressão, para os efeitos desta Portaria, os lançadores de projéteis de plástico maciços (airsoft) e os lançadores de projéteis de plástico com tinta em seu interior (paintball).

Art. 11. O adquirente de arma de pressão por ação de gás comprimido ou Airsoft deverá possuir no mínimo 18 (dezoito) anos de idade, de acordo com o disposto no art. 81, I, da Lei 8.069/90 (Estatuto da Criança e do Adolescente), sob pena de o comerciante incidir no crime previsto no art. 242 da mesma lei.

II – dados do adquirente que deverão ser recolhidos pelo comerciante no ato da venda: nome, endereço, cópia do CPF ou CNPJ e ou nº do registro (CR ou TR).

> 2º O portador de arma de pressão por ação de mola de uso permitido deverá sempre conduzir comprovante da origem lícita do produto.

> 3º A arma de pressão por ação de gás comprimido ou por ação de mola não poderá ser conduzida ostensivamente sob pena de configurar infração administrativa prevista no R-105.

> Art. 18. As armas de pressão por ação de gás comprimido ou por ação de mola tipo airsoft fabricadas no País ou importadas devem apresentar uma marcação na extremidade do cano na cor laranja fluorescente ou vermelho “vivo” a fim de distingui-las das armas de fogo.

PORTARIA Nº 56 – COLOG, DE 5 DE JUNHO DE 2017.

EB: 64474.004621/2017-25 - Dispõe sobre procedimentos administrativos para a concessão, a revalidação, o apostilamento e o cancelamento de registro no Exército para o exercício de atividades com produtos controlados e dá outras providências.

O COMANDANTE LOGÍSTICO, no uso das atribuições que lhe conferem o Inciso IX do art. 14 do Regulamento do Comando Logístico, aprovado pela Portaria do Comandante do Exército nº 719, de 21 de novembro de 2011; o art. 263 do Regulamento para a Fiscalização de Produtos Controlados, aprovado pelo Decreto nº 3.665, de 20 de novembro de 2000; e de acordo com o que propõe a Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados (DFPC),

RESOLVE:

Art. 1º Estabelecer procedimentos administrativos para a concessão, a revalidação, o apostilamento e o cancelamento de registro no Exército para o exercício de atividades com produtos controlados.

CAPÍTULO I

DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS

Seção I
Das atividades com PCE

Art. 2º Para o exercício de qualquer atividade com Produto Controlado pelo Exército (PCE), própria ou terceirizada, as pessoas físicas ou jurídicas devem ser registradas no Exército.

> 1º Ficam isentas de registro as pessoas físicas e jurídicas citadas nos art. 99 a 102 do Regulamento para a Fiscalização de Produtos Controlados, aprovado pelo Decreto nº 3.665, de 20 de novembro de 2000.

Página 2 de 54

> 2º Ficam dispensadas, ainda, do registro de que trata o caput as pessoas físicas, quando Atividade for utilização de armas de pressão ou fogos de artifício.

> 2º O portador de arma de pressão por ação de mola de uso permitido deverá sempre conduzir comprovante da origem lícita do produto.

> 3º A arma de pressão por ação de gás comprimido ou por ação de mola não poderá ser conduzida ostensivamente sob pena de configurar infração administrativa prevista no R-105.

Art. 18. As armas de pressão por ação de gás comprimido ou por ação de mola tipo airsoft fabricadas no País ou importadas devem apresentar uma marcação na extremidade do cano na cor laranja fluorescente ou vermelho “vivo” a fim de distingui-las das armas de fogo.

Confira no link abaixo a Portaria nº56, do COLOG, de 5 de junho de 2017.

R17BK

Ficha técnica

Cor
Preto
ACABAMENTO
HALF METAL
FPS
330
PESO
0,799